REVISTA ECOLOGIAS HUMANAS ISSN: 2447-3170 Vol. 07 Nº 08 – 2021

Revista Ecologia Humanas

Capa de Livro: REVISTA ECOLOGIAS HUMANAS ISSN: 2447-3170 Vol. 07 Nº 08 - 2021
Parte da Vol 7 série:
  • REVISTA ECOLOGIAS HUMANAS ISSN: 2447-3170 Vol. 07 Nº 08 - 2021

Revista Ecologias Humanas Vol 7 nº 8 – 2021Tempo que passa, que leva, que traz, que fere e que cura. Tempo que ensina, que espreita e, muitas vezes, brinca com o nosso psicológico. Dilata-se, mas certas vezes parece curto quando não nos permitimos acompanhá-lo. Este é o ano de 2021 que emite suas últimas luzes, é natal e mais uma vez estamos receosos. Há dois anos mudamos nossas rotinas, nossos encontros, nosso convívio, nossas vidas. Há dois anos que lamentamos, choramos vidas perdidas, sentimos saudades e aprendemos que não é eu ou você, somo nós, um emaranhado de vidas que se cruzam de alguma forma para cumprir o estado de ser e estar, juntamente com outras milhões de espécies que, não raramente, ignoramos, depreciamos, maltratamos, destruímos... Por que não paramos quando ainda havia tempo?

A pandemia da Covid – 19 mostrou todas as vulnerabilidades da sociedade em todas as dimensões, econômicas, sociais, culturais, políticas, da cidadania. Mostrou, também, que precisamos ter outra forma de relação com o meio ambiente e mais respeito à vida. Que precisamos tratar as desigualdades sociais, as diferenças de gênero, étnicas, culturais, dentre tantas outras modalidades de manifestação e representação da vida, com mais atenção, respeito e humanidade.

É diante de todos esses aspectos e reflexões, que a revista Ecologias Humanas, da SABEH, vem a público com seu oitavo número e queremos, em princípio, agradecer a todos os colaboradores, (revisores, diagramadores e comissão editorial), bem como todos os autores que contribuíram para mais esse feito. Sem fugir do nosso objetivo, observamos mais uma vez a importância inter e transdisciplinar desse instrumento de ensino-aprendizagem e de difusão do conhecimento científico.

O leitor, neste número, se deparara com sete artigos feitos com empenho e responsabilidade os quais passamos a conhecer. Abrindo nossa seleta, encontra-se o texto intitulado A imagem como produtora de sentidos e a temática ambiental em Um dia um rio de Léo Cunha e André Neves, das autoras Maria Joice Araújo Batista e Maria do Socorro Pereira de Almeida que tratam da importância da leitura de imagem e de temáticas ambientais na literatura infantil. As autoras, ao analisarem a citada obra, o fazem conferindo uma excelente leitura subliminar ao desastre ambiental ocorrido na cidade de Mariana - MG, quando uma usina de rejeitos de minérios invadiu o Rio Doce.

Na sequência dos textos temos o artigo O impacto socioambiental dos mapas digitais inteligentes na justiça penal: por uma cidade midiática e informacionalmente alfabetizada, escrito por  Adérica Ynis Ferreira Campos e Sérgio Luiz Malta de Azevedo. O texto se debruça sobre o fato de os mapas inteligentes serem feitos de modo que estejam ao alcance de todos os indivíduos sociais, já que todos precisamos ser alfabetizados para o manejo adequado desse instrumento de orientação e deslocamento espacial. Da forma como são postos esses mapas “inteligentes”, podem produzir resultado contrário ao esperado e os indivíduos serem criminalizados ao invés de auxiliados cartograficamente.

Continuando, temos o artigo Fundamentos da transdisciplinaridade e do pensamento complexo na Ecologia Humana, escrito por Maryângela R. de Aquino Lira Lopes e Eliane Maria de Souza Nogueira, o qual discute conceitos e percursos da Ecologia Humana bem como sua importância, complexidade e ampla ligação às variadas áreas de conhecimento numa perspectiva transdisciplinar.

Seguindo adiante, a autora Paola Odònílé nos traz o artigo intitulado Racismo nas representações coloniais do Estado, em suas instituições, sobre comunidades tradicionais de terreiro – CTTRO em que discute a origem e os motivos do preconceito, até hoje presente, sobre os povos de terreiro bem como as representações do período colonial que ainda repercutem negativamente na atuação do Estado brasileiro.

Nesta antologia se encontra, também, o texto Naufrágios como substrato para recifes artificiais: representações sociais sobre a relação entre naufrágios e biodiversidade por mergulhadores brasileiros, de  Giulianna Saggioro Loffredo. A autora identifica e analisa, com desprendimento, as representações sociais sobre as relações entre naufrágios e biodiversidade marinha entre mergulhadores.

Na sequência encontramos o texto OS aspectos modernistas e socioculturais em Macunaíma de Mário de Andrade, de Francinalva Leite Rocha e Maria do Socorro Pereira de Almeida. As autoras analisam a citada obra, observando os aspectos modernistas empregados pelo autor, bem como a estética e o estilo usado por ele para compor a obra. Assim, o texto traz, também, as perspectivas socioculturais que embasam a narrativa como elemento da ecologia do ser e do estar no mundo, tomando como elementos balizadores a miscigenação do povo brasileiro.

Fechando nosso arcabouço científico e didático-pedagógico, temos o artigo O jogo de xadrez e sua relevância pedagógica: relato de experiência, dos autores Adriana Soely André de Souza Melo, Sérgio Luiz Malta de Azevedo, Rogério de Melo Grillo e Carlos Alberto Batista Santos. O texto discute a importância do lúdico na aprendizagem, a importância histórica do jogo de Xadrez e como ele, (adotado como metodologia ativa) pode ajudar no desenvolvimento cognitivo de estudantes em todos os níveis de ensino.

Diante do exposto, entregamos ao público ledor mais esse constructo científico e esperamos que o tempo que virá se encarregue de nos trazer dias melhores de esperança, paz e muito amor nos corações dos humanos para que possamos olhar com mais cuidado e zelo para o meio ambiente e para os nossos irmãos não-humanos dos universos vegetal, animal, mineral, assim como de todas as outras dimensões existências da terra.

É nesse clima de agradecimento e esperança que convidamos os leitores a explorarem os textos aqui oferecidos com muito carinho.

Socorro Almeida

Sergio Malta

 

Coordenadores

Data de Publicação:
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.